in

Governo reduz impostos de importação sobre eletroeletrônicos e máquinas

Medida visa facilitar diminuir o preço e facilitar a aquisição de celulares, notebooks e algumas máquinas.

Foto: Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo

Nesta quarta-feira (17), foi anunciado pelo Ministério da Economia que visa facilitar a compra de produtos eletroeletrônicos e máquinas importados. A pasta do governo federal anunciou que reduzirá a alíquota de importação em 10%.

Publicidade

A decisão de reduzir a alíquota do imposto partiu do Comitê-Executivo de Gestão (Gecex), que integra a Câmara de Comércio Exterior do Ministério da Economia (Camex). De acordo com o Ministério da Economia, a decisão afetará todos os setores do Brasil, pois os produtos envolvidos são de grande uso da população brasileira. Além dos eletroeletrônicos, também estão alocados na lista equipamentos e máquinas hospitalares, que serão fundamentais para o combate a pandemia causada pelo coronavírus.

Ainda segundo o Ministério da Economia, a decisão tem a intenção de aumentar a produtividade no Brasil. A redução envolve cerca de 1.495 produtos que não dependem de acordo com o Mercosul para terem suas alíquotas de importação diminuídas. 

Publicidade

De acordo com Lucas Ferraz, secretário de Comércio Exterior do Ministério da Economia, a decisão deixará os produtos em torno de 2% a 5% mais baratos para os consumidores finais. Com a abertura de mão da tributação, cerca de 250 milhões de dólares deixarão de entrar nos cofres públicos, por ano.

Publicidade

Conforme o Ministério da Economia apontou, a medida é necessária para aquecer a economia do país, e incentivar os brasileiros a consumir mais desses produtos. A diminuição de 10% na alíquota de produtos importados, deve ser publicada nessa quinta-feira (18), no Diário Oficial da União.

Publicidade
Publicidade
Publicidade