in

Cientistas descobrem homem imune à Covid-19

Cientistas descobrem, através de pesquisas, que homem é naturalmente imune à Covid-19.

Reprodução/BBC Brasil

O escritor John Hollis, de 54 anos, foi objeto de uma pesquisa realizada por cientistas norte-americanos. Após algumas pesquisas, os cientistas constataram que John possui superanticorpos contra a doença causada pelo coronavírus.

Publicidade

O escritor relatou que iria contrair a Covid-19 quando um amigo com quem ele dividia sua casa contraiu a doença e ficou em estado grave. John Hollis declarou que esperava se contaminar, que por um período de duas semanas esperava ficar doente, só que o fato nunca ocorreu.

Desse modo o escritor achou que apenas foi acometido com uma grande sorte por não ter contraído a Covid-19. Contudo, após um espaço de tempo, em julho de 2020, John se encontrou com o médico Lance Liotta e mencionou que morava com uma pessoa que tinha ficado gravemente doente.

Publicidade

O médico Lance Liotta é um dos pesquisadores que buscam formas de combater o coronavírus, e após o relato do escritor, convidou John para se voluntariar em um estudo científico para o combate ao coronavírus. O estudo foi realizado pela Universidade George Manson, onde o médico e o escritor trabalham.

Publicidade

Após a realização da pesquisa, Hollis teve uma grata surpresa, além de não ter contraído o coronavírus, o escritor descobriu que possui superanticorpos contra o vírus. Normalmente os anticorpos que as pessoas normais desenvolvem para o combate à Covid-19 atacam somente as proteínas espículas do coronavírus. Entretanto, os anticorpos do escritor agem de maneira diversa, eles atacam várias partes do vírus e o eliminam rapidamente.

Publicidade

Devido aos seus superanticorpos, John Hollis é imune até as novas variantes do coronavírus.

Publicidade
Publicidade
Publicidade