in

Chorando, enfermeira faz desabafo comovente sobre situação de hospital no DF; vídeo viraliza: ‘É desesperador’

País bateu recorde de mortes diárias na última terça-feira (16) e situação segue delicadíssima.

Metrópoles

O vídeo de uma enfermeira que trabalha no Hospital Regional de Taguatinga (HRT), no Distrito Federal, viralizou nas redes sociais nas últimas horas. Nitidamente abalada e cansada pelo caos vivenciado na saúde por conta da pandemia do coronavírus, a profissional de saúde Tatiane Campos comoveu em seu desabafo. 

Publicidade

Aos prantos após mais um plantão no Pronto-Socorro da unidade hospitalar, ela externou o cenário vivenciado e expôs a falta de materiais básicos como medicamentos, bombas de infusão, ventiladores, monitores, leitos com oxigênio e até luvas. 

“Saí do plantão extasiada, chocada, cansada, sem saber o que fazer. Não temos recurso nenhum para aguentar essa situação. É desesperador. Eu achei que nunca ia viver (isso). E, depois de um ano, as coisas estão complicando”, desabafou Tatiane Campos

Publicidade

Em entrevista ao portal Metrópoles, a profissional de saúde afirmou que todos os seus companheiros de trabalho estão sobrecarregados. No momento, ela contou que há dois enfermeiros e quatro técnicos em enfermagem para cuidar de 27 pacientes em estado grave, a maioria deles jovens e com alta dependência de cuidados. 

Publicidade

Secretaria se posiciona

Após o vídeo viralizar e a situação de caos ser externada, a Secretaria de Saúde de Taguatinga afirmou ter em estoque insumos e equipamentos de proteção individual (EPIs), e que o uso vem sendo racionado para evitar desabastecimento. 

Publicidade

Sobre o oxigênio, a pasta disse que o consumo do insumo nos hospitais é monitorado de forma permanente pela empresa contratada para prestar o serviço. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade