in

Tragédia familiar: irmãos gêmeos morrem vítima da Covid-19 em intervalo de apenas dois dias; história comove

Irmãos ficaram internados na mesma unidade hospitalar e acabaram não resistindo.

G1

Dois irmãos gêmeos morreram por complicações da Covid-19 em um curto intervalo, de dois dias de um para outro. O caso comovente foi registrado em Ponta Grossa, no Paraná. As vítimas identificadas como Genilton e Jailson Rodrigues tinham 47 anos e não possuíam nenhum tipo de comorbidade, de acordo com familiares.

Publicidade

Genilton foi o primeiro irmão a dar entrada em uma unidade hospitalar para ser internado por conta da doença. Empresário, ele era dono de um mercado e de uma padaria no município paranaense. Ele foi hospitalizado no dia 14 de fevereiro, e quase um mês de luta contra a Covid-19, acabou não resistindo, e morreu no último sábado (13). O empresário era casado e deixou três filhos, sendo duas gêmeas de 17 anos e um menino de 16 anos.

Jailson, por sua vez, foi internado no dia 21 de fevereiro, uma semana depois do irmão. A morte dele foi confirmada na madrugada desta segunda-feira (15). A vítima era autônomo no setor de saneamento. Segundo familiares, ele não tinha plano de saúde e não encontrou vagas no sistema público quando adoeceu. 

Publicidade

Publicidade

Diante disso, a família se reuniu e decidiu interná-lo na unidade particular onde o irmão dele se encontrava. Os gastos no hospital, de acordo com os parentes, chegaram a casa dos R$ 110 mil.

Publicidade

Números

A cidade de Ponta Grossa contabiliza até o momento mais de 23 mil casos de infecção pela Covid-19, tendo computado 439 mortes em decorrência da doença. No estado, os números já chegam a mais de 758 mil casos positivos e 13,5 mil mortos. 

A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para Covid-19 está em 96% em hospitais que atendem pelo SUS. Na enfermaria adulta, o índice de ocupação é de 85%.

Publicidade
Publicidade