in

‘Ministra de Taubaté?’ Ludmilla vira alvo nas redes sociais após hotel negar versão sobre ameaça

Hotel onde ela está hospedada negou que houve tentativa de invasão ao quarto.

Arquivo pessoal Ludhmila Hajjar

A médica Ludhmila Hajjar está sendo alvo de muitos internautas nas redes sociais. Nesta segunda-feira (15), ela deu entrevista à CNN Brasil e a GloboNews e afirmou que negou o convite para se tornar ministra da Saúde do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Publicidade

Em entrevista, Ludhmila explicou o porquê negou o convite e contou também que sofreu ameaças de morte. Segundo a médica que atua no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, o número de seu telefone celular foi espalhado por diversos grupos de WhatsApp e ela passou a receber ameaças.

A médica disse também que houve tentativas de invasão ao quarto onde ela está hospedada em um hotel de Brasília. Ontem mesmo o hotel negou a versão apresentada por Ludhmilla. Em nota, o B Hotel informou que não relatou nenhuma ocorrência entre os dias 14 e 15 de março, quando Ludhmilla esteve hospedada no local.

Publicidade

“Nenhuma ocorrência foi relatada nas dependências do empreendimento e nenhuma queixa, sobretudo por parte da vítima, foi repassada à administração”, informou. No Twitter, os internautas não estão perdoando a médica e estão a chamando de ministra de Taubaté.

Publicidade

Sempre que surge uma história supostamente mentirosa, a internet recorda o episódio envolvendo uma mulher da cidade de Taubaté, interior de São Paulo, que apareceu grávida em programas de TV e recebeu ajuda de muita gente. A gravidez era falsa e ela ficou conhecida como a “Grávida de Taubaté”. O nome da cidade agora é atrelado a toda história absurda que pareça mentira. Sem Ludhmilla, Bolsonaro anunciou o médico Marcelo Queiroga.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!