in

Bolsonaro escolhe novo Ministro da Saúde, o médico Marcelo Queiroga

Esse será o 4º ministro da saúde do governo Bolsonaro durante a pandemia causada pelo novo coronavírus

Foto: Reprodução/AMB

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na tarde desta segunda-feira (15), se reuniu com o médico cardiologista Marcelo Queiroga, no Palácio da Alvorada. O encontro tinha como pauta a entrada do médico como o novo ministro da saúde do governo de Bolsonaro, substituindo assim Eduardo Pazuello.

Publicidade

A troca da chefia do ministério se dá no pior momento da pandemia no Brasil, em que o país já se tornou o epicentro da doença, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). O agora, ex-ministro Eduardo Pazuello, estava sendo bastante criticado pela forma que vinha gerindo a pandemia, principalmente pelo fato da vacinação no país estar em um ritmo bastante lento.

De acordo com o chefe do executivo nacional, a nomeação de Marcelo Queiroga, será publicada nesta terça-feira (16), no Diário Oficial da União, e haverá uma transição de uma ou duas semanas entre Eduardo Pazuello e o novo ministro.

Publicidade

Segundo Bolsonaro, Pazuello teve uma ótima atuação na gestão do ministério, entretanto, agora o governo partirá para uma fase mais agressiva, uma fase de real combate ao vírus. Antes de se reunir com Queiroga, o presidente havia se reunido com Ludhmila Hajjar, entretanto a médica recusou o cargo, alegando que não houve convergência técnica entre ela e o presidente. Ludhmila se especializou no combate a Covid-19.

Publicidade

Marcelo Queiroga, é natural de João Pessoa, e se formou em medicina pela Universidade Federal da Paraíba, o médico é especialista em cardiologia e presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade