in

Além de Flávio, Jair e Carlos Bolsonaro, também montaram o esquema das ‘rachadinhas’, diz UOL

De acordo com uma matéria do UOL, o presidente Jair Bolsonaro aplicou o esquema de ‘rachadinhas’ na Câmara dos Deputados.

Reprodução/Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), mais uma vez usou seu perfil oficial nas redes socais para explicar não ser pai do Brasil, mas sim de “cinco crianças”. Dos filhos de Bolsonaro, três já constituíram fortuna com suas “carreiras” na política, um deles, inclusive, adquiriu uma mansão avaliada em R$ 6 milhões.

Publicidade

Na segunda-feira, 15, o UOL divulgou uma extensa reportagem realizada pelos jornalistas Flávio Costa, Amanda Rossi, Gabriel Sá Pessoa e Juliana Dal Piva, na qual revela que Jair e Carlos Bolsonaro contaram com o mesmo esquema de corrupção que Flávio Bolsonaro (Republicanos), filho do presidente, montou na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) durante o seu comando, a conhecida “rachadinha”.

De acordo com o site, o esquema aplicado por Flávio era replicado pelo agora presidente da República, Jair Bolsonaro, na Câmara dos Deputados, e ainda pelo irmão, Carlos Bolsonaro (Republicanos) na Câmara de Vereadores do Estado do Rio de Janeiro. E mais, a família ainda contaria com alguns funcionários em comum.

Publicidade

A matéria do UOL foi divida em quatro casos: dois deles envolvendo o gabinete de Bolsonaro em Brasília, um envolvendo o gabinete de Carlos, no Rio, e o último envolvendo o pagamento do aluguel de uma quitinete para Leonardo Rodrigues de Jesus, mais conhecido por Léo Índio, que foi realizado pela ex-chefe de gabinete de Flávio.

Publicidade

Para chegar ao que foi escrito na matéria, os jornalistas do site tiveram acesso às quebras de sigilos da família em setembro do ano passado. Diante disso, foram analisadas mais de 607.552 operações bancárias realizadas na ocasião, que estavam distribuídas em cerca de 100 planilhas.

Publicidade
Publicidade