in

Bolsonaro já se reúne com provável ministra da Saúde

Com evidente saída de Eduardo Pazuello, o presidente Jair Bolsonaro já se reúne com provável substituta.

Foto:  Evaristo Sa/AFP

Neste domingo (14), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participou de uma reunião com a provável substituta de Eduardo Pazuello no Ministério da Saúde. A médica cardiologista, Ludhmila Hajjar, foi vista no Palácio da Alvorada, residência presidencial, e o encontro foi confirmado pela Secretaria Especial de Comunicação Social.

Publicidade

A informação chega logo após Bolsonaro ter se reunido com o então ministro da Saúde e outros três ministros de seu governo neste último sábado, em que o assunto do encontro não foi revelado pela assessoria do presidente nem das outras autoridades presentes.

Já havia uma articulação sendo realizada para a saída de Eduardo Pazuello, pois o ministro não era o favorito de nenhuma das alas do governo e vinha sendo muito criticado por sua forma de conduzir a pandemia no Brasil. Os deputados federais do chamado grupo centrão, já defendiam a saída de Pazuello.

Publicidade

Agora, o centrão, base aliada do governo, defende a aprovação da médica cardiologista Ludhmila Hajjar, aliás seu nome é o preferido do deputado e presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). Lira disse em uma rede social que é necessária competência técnica e diálogo político, para conduzir o país nessa grave crise sanitária, e essas características são encontradas na médica.

Publicidade

O currículo de Ludhmila declara que a médica é professora associada de cardiologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Ludhmillia se graduou em medicina no ano de 2000 na Universidade de Brasília, sendo também médica supervisora da área de Cardio-Oncologia do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e coordenadora de cardiologia do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade