in

Conta de luz dos brasileiros ficará mais cara

A falta de chuva levará ao maior uso de energia termelétrica desde o ano de 2015

Foto: Arquivo/Agência Brasil

O verão brasileiro normalmente é um período chuvoso, contudo, a escassez das chuvas nesse período está afetando o funcionamento das usinas hidrelétricas brasileiras. Com a escassez do recurso hídrico para gerar energia, a saída será acionar as usinas termelétricas, desse modo a geração de energia se tornará mais cara.

Publicidade

O reflexo do acionamento da energia termelétrica será visto nas contas de luz, e de acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica, que prevê um aumento drástico nas contas de luz para o ano de 2021, o reajuste será maior que do ano de 2018.

Com o maior aumento médio das tarifas, a Agência Nacional de Energia Elétrica, demonstrou que somente no ano de janeiro de2021, os brasileiros já pagaram 1,29 bilhão de reais a mais nas contas de luz, através das bandeiras tarifárias.

Publicidade

As bandeiras tarifárias, servem justamente para cobrir o uso exagerado das usinas termelétricas, pois para elas gerarem energia é necessário o uso de combustíveis ou óleos, por isso a produção de energia se torna mais cara e o reflexo é o aumento da tarifa de luz para o consumidor final.

Publicidade

De acordo com os dados revelados pelo Operador Nacional de Sistema Elétrico (ONS), foi demonstrado que o uso de energia termelétrica é o maior desde o ano de 2015 e o segundo maior desde quando os dados começaram a ser analisados, no ano de 1999.

Publicidade

O baixo índice de chuvas no final de 2020 e começo de 2021, influenciou diretamente na geração de energia, pois os reservatórios das usinas hidrelétricas baixaram seus níveis, e o governo para preservar os mesmos, decide acionar as usinas termelétricas, que além de deixarem a tarifa de luz mais cara ainda é mais nociva ao meio ambiente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade