in

Homem se recupera da Covid-19 após passar 42 dias em coma e acerta na Mega-Sena: ‘Voltando a sorrir”

Analista de sistemas foi infectado no primeiro pico da Covid-19 em solo nacional.

NE 10

Superação. Essa é a palavra que pode ser definida a história de Rogério Maria, de 51 anos. Analista de sistemas em Campinas, ele ficou internado em coma induzido por 42 dias após ser diagnosticado com a Covid-19. Em meio à espera alta e início do grande desafio de se recuperar de todas as complicações da doença, ele conviveu com um cenário de sorte: ganhou um bolão da Mega-Sena com amigos. 

Publicidade

Pai de dois filhos, Rogério contraiu a Covid-19 em julho, no primeiro ápice da pandemia. Após alguns dias internado, o analista teve uma piora significativa, ficando entre a vida a morte, inclusive com os médicos “desenganando” os familiares sobre a sua sobrevivência. 

“Aprendi a viver mais feliz. Mesmo com todas essas sequelas, mas ainda vou superá-las. Não desisti e não desisto jamais”, desabafou Rogério. 

Publicidade

Por conta do agravamento do quadro clínico, Rogério precisou ser submetido a uma traqueostomia, teve pneumonia e infecção bacteriana por conta da baixa imunidade. Os pulmões também ficaram significativamente comprometidos, atingindo a escala de 80%. 

Publicidade

Vaquinha e sorte 

No final do ano passado, a família de Rogério realizou uma vaquinha online para angariar fundos no tratamento dele. Contudo, eles não imaginavam que a sorte parecia mudar, e depois de tanta aflição, o sentimento de esperança começava a se fortalecer ainda mais.

Publicidade

Após realizar um bolão com amigos da Mega-Sena da Virada, Rogério acertou cinco dezenas e foi contemplado com R$ 7.325,26, prêmio concedido a cada um dos integrantes do bolão. 

Recuperando o peso aos poucos e ainda aprimorando os passos, Rogério traça um 2021 com muitos desafios pela frente para restabelecer seu ritmo de vida anterior à infecção, mas enfatiza que o sentimento é de felicidade e de recomeço.

“Sou um cara alegre, estou voltando a sorrir. É uma batalha diária e minha superação está acontecendo. Tudo isso me fez dar valor às pequenas coisas da vida”, disse o analista de sistemas. 

Publicidade
Publicidade