in

Lula diz ter sido vítima de maior injustiça jurídica da história

O ex-presidente Lula realizou um discurso em que diz ter sido vítima da maior injustiça jurídica em 500 anos

Folha de São Paulo

Nesta quarta-feira (10), o ex-presidente Lula discursou, no teor da sua argumentação, o ex-presidente diz ter sido a maior vítima da justiça brasileira, para Lula, ele sofreu uma mentira jurídica, muito bem contada, que em 500 anos de história nada teria sido igual.

Publicidade

Lula ainda assimilou a sua luta com a da população mais pobre, relacionando o tempo que ficou preso ao que a população carente anda sofrendo na pandemia. O discurso do ex-presidente veio dois dias após, o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, anular as condenações realizadas pela 13ª Vara Federal de Curitiba, com a decisão, Lula se tornou novamente elegível e possível candidato do PT em 2022.

Durante sua exposição, Lula ainda agradeceu ao ministro, afirmando que nunca cometeu nenhum crime contra o mesmo ou contra a Petrobrás, visto que Fachin alegou que a 13ª Vara Federal de Curitiba, somente teria competência para julgar crimes contra a Petrobrás.

Publicidade

Para o ex-presidente, a força tarefa responsável pela operação Lava-Jato não passava de uma quadrilha, e que todos os participantes queriam sua cabeça como prêmio, assim condená-lo foi uma grande vitória.

Publicidade

Lula, ainda em seu discurso, defendeu a vacinação do povo brasileiro, prestou solidariedade a todo o povo brasileiro que perderam familiares vítimas da Covid-19. O ex-presidente ainda teve tempo de chamar Jair Bolsonaro de fanfarrão e criticar veemente o modo que o atual presidente está conduzindo o Brasil na pandemia.

Publicidade

Eu vou tomar minha vacina e quero fazer propaganda para o povo brasileiro: não siga nenhuma decisão imbecil do presidente da República ou do ministro da Saúde. Tome vacina. Tome vacina, porque a vacina é uma das coisas que pode livrar você do Covid.”, disse o ex-presidente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade