in

Índice de desemprego sobe cada vez mais no Brasil

Desemprego está batendo recordes, em 2020 a taxa subiu em 20 estados brasileiros

Foto: MARCOS VIDAL/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A pandemia instaurada pelo coronavírus, além de trazer impactos negativos na saúde, também trouxe consigo impactos negativos significáveis para a economia do Brasil. O mercado de trabalho brasileiro que já andava em baixa, despencou ainda mais com a crise sanitária.

Publicidade

No total, 20 estados brasileiros apresentaram recorde de aumento da taxa média de desemprego. O estudo foi realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta quarta-feira (10).

Não há nenhuma novidade ou surpresa no aumento da taxa, pois os índices regionais acompanharam o índice nacional. O IBGE divulgou que a taxa média de desemprego no Brasil no ano de 2020 foi de 13,5%, a maior da história.

Publicidade

Com o Lockdown realizado por alguns estados, no início do ano de 2020, várias empresas não tiveram mercado e assim não puderam continuar mantendo seus funcionários, sendo obrigadas a dispensá-los. A região Nordeste foi a mais afetada pelo desemprego, já os estados da região Sul foram aqueles que menos viram suas taxas aumentarem.

Publicidade

Há estados em que a média da taxa de desemprego superou a nacional e, dos que bateram o recorde o negativo, apenas Ceará, Rondônia, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás mantiveram sua média abaixo da média nacional.

Publicidade

Além disso, a ocupação dos brasileiros também foi reduzida e as regiões Norte e Nordeste foram as que mais sofreram com o aumento do índice. O fator determinante para o aumento foi a queda da informalidade. Com as restrições e as regras de distanciamento impostas, muitos trabalhadores informais perderam suas rendas.

Publicidade
Publicidade