in

Bia Kicis é eleita presidente da CCJ, a comissão mais importante da Câmara

Na terça-feira, 9, foi decidido que o PSL comandará a CCJ. Depois disso, não demorou para que a deputada fosse eleita presidente da comissão.

Pablo Valadares | Agência Câmara

Em uma reunião que contou com a participação de líderes partidários na última terça-feira, 9, ficou definido que a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, a CCJ, da Câmara, será comandada pelo PSL. Vale lembrar que a CCJ é considerada a comissão mais importante da Casa.

Publicidade

Depois disso, a maior expectativa era para que o partido indicasse a deputada Bia Kicis (PSL-DF) para o cargo de presidente da CCJ, o que foi confirmado nesta quarta-feira, 10.

A sessão que resultou na eleição de Kicis foi bastante tumultuada, já que a oposição criticou o fato de a abertura dos trabalhos ter sido presidida pelo também deputado Felipe Francischini (PSL-PR), ex-presidente da comissão. Vale ressaltar que, tradicionalmente, fica na responsabilidade do deputado mais velho integrante do colegiado e com mais mandatos presidir a sessão de eleição. Contudo, vale lembrar que Francischini nunca cumpriu tal requisito.

Publicidade

Vale recordar que qualquer proposta de emenda à Constituição, Projetos de lei e preposições precisam da autorização da CCJ para que prossigam para o Parlamento.

Publicidade

Durante os últimos 30 dias, a deputada Bia Kicis vem trabalhando para que as resistências ao seu nome diminuam e, desta forma, conseguiu manter o apoio do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

Publicidade

A partir desta quarta-feira, 10, decisões envolvendo instalações das comissões e suas respectivas composições devem começar a ser tomadas.

De acordo com informações do deputado Vitor Hugo (PSL-GO), divulgadas através das redes sociais, além da CCJ, a legenda ainda deve comandar as comissões do Meio Ambiente e Agricultura.

Publicidade
Publicidade
Publicidade