in

Mulher morre fazendo algo que muitas pessoas fazem; todo cuidado é pouco

A capixaba tinha 47 anos de idade e seu falecimento foi confirmado no último sábado.

A Gazeta

Uma mulher acabou perdendo a vida na última semana depois de realizar um exercício em uma academia da cidade onde morava. Ela estava fazendo crossfit e se acidentou ao executar um movimento de maneira equivocada.

Publicidade

A vítima foi Duda Vervloet, uma mulher de 47 anos de idade. Depois do incidente, que ocorreu no último dia 25, ela foi encaminhada às pressas para uma unidade de saúde local, onde passou a receber atendimento e ficou internada por 17 dias.

De acordo com testemunhas, Duda estava fazendo um exercício de crosstreino chamado pistola encontrada, um tipo agachamento realizado com uma das pernas em que o corpo se posiciona semelhante ao formato de pistola. Para o movimento, são utilizadas duas caixas com o intuito de o corpo ter onde se apoiar e não tombar. Infelizmente, a Duda acabou utilizando somente uma caixa e, no momento de se deitar, o corpo ficou sem apoio na parte da cabeça e caiu.

Publicidade

Depois do incidente, que ocorreu na cidade de Linhares, no Espírito Santos, a mulher foi hospitalizada e chegou a ficar na Unidade de Terapia Intensiva, sendo submetida a uma cirurgia na coluna, mas mesmo com os cuidados que recebeu, a vítima, que sofreu uma luxação cervical, não conseguiu resistir.

Publicidade

A academia emitiu uma nota, pouco depois do acidente, explicando como tudo aconteceu e o erro cometido por Duda que lhe causou a morte. O falecimento da vítima foi confirmado no último sábado (07/03) e gera um alerta para outros praticantes de crossfit na hora de realizar exercícios com os devidos cuidados.

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.