in

Em colapso da saúde, médicos poderão recorrer a protocolo para decidir quem receberá tratamento

Um protocolo sugere aos médicos as pessoas com prioridade para o tratamento.

UOL

A pandemia do coronavírus está atingindo a população há cerca de 1 ano. Com a segunda onda de contágio, o número de mortes cresce a cada dia mais e deixa as pessoas com mais medo de ser acometidas pela doença. Os leitos em UTIs estão se esgotando e os médicos preveem um colapso na saúde, se as coisas não melhorarem.

Publicidade

Médicos poderão precisar escolher quem viverá

Diante desse eminente colapso de Covid-19, os médicos estão começando a receber protocolos de priorização de pacientes que receberão todos os recursos cabíveis e disponíveis em meio à escassez e os que apenas serão atendidos de maneira paliativa.

A cada dia que passa, os hospitais estão ficando cada vez mais abarrotados de pessoas contaminadas pela doença, a maioria dessas pessoas, que desenvolveram sintomas graves, necessitarão de internação na UTI, mas as vagas nessas unidades estão praticamente esgotadas, sendo assim, caberá aos médicos determinar quem irá para a intubação.

Publicidade

Essa decisão não será tomada baseada em achismos, existe um documento que já está chegando nas mãos dos médicos que apontarão as pessoas com prioridade na intubação. Quem possui alguma doença terminal que não lhe permite viver mais de 1 ano, será atendido, mas não terá preferência para a internação.

Publicidade

Documento sugere quem tem prioridade

Pessoas que antes de pegarem a Covid-19 já possuíam alguma doença grave, que foi intensificada pelo vírus, ou mesmo as pessoas que já tinham necessidade de cuidados e precisavam de alguém para ajudar a realizar as atividades, também não terão prioridade. 

Publicidade

É importante ressaltar que a idade nada tem a ver com os critérios adotados para a intubação. Um idoso com boa saúde terá prioridade sobre um jovem com doença grave. Também é bom ressaltar que até mesmo os hospitais que atendem pessoas ricas como Sírio Libanês e Albert Einstein, já estão com as UTIs quase lotadas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tatiane Braz

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.