in

Irmã de veterinária que morreu com doença da urina preta se emociona com doação dos órgãos

Órgãos da veterinária Priscyla Andrade foram doados após autorização da família.

Arquivo pessoal Priscyla Andrade

A morte da veterinária Priscyla Andrade, de 31 anos, no Recife, após contrair a síndrome de Haff, conhecida popularmente como doença da urina preta, comoveu a família. Em fevereiro, Priscyla comeu peixe arabaiana e passou muito mal. Ela ficou internada no Real Hospital Português por 13 dias e morreu no começo desta semana.

Publicidade

Em meio à comoção pela morte da jovem de 31 anos, a família autorizou a doação de órgãos. Coração, rins, fígado e córneas de Priscyla foram doadas. A doença da urina preta atinge os rins, por isso a urina fica escura da cor de café, mas o órgão se recuperou antes de a veterinária morrer.

Priscyla sofreu um Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico (AVCH) que causou a morte cerebral. A irmã dela, Alyne Andrade, postou uma mensagem no Instagram. “Hoje, você devolve a vida de alguém deixando seu coraçãozinho batendo em um (a) jovem, devolve a visão de alguém deixando seus lindos olhos, alguém sairá da hemodiálise por sua causa doando seu rim, e restaurará a saúde de alguém doando seu fígado”, escreveu.

Publicidade

Flávia, irmã de Priscyla que também comeu do mesmo peixe que ela e ficou internada por alguns dias, mas se recuperou, contou que a doação de órgãos reafirma os atos de bondade da irmã. O corpo de Priscyla foi cremado na noite desta quinta-feira (4).

Publicidade

A família disponibilizou um link no site do cemitério Morada da Paz para quem quisesse acompanhar as últimas homenagens a ela. A cerimônia de cremação estava marcada para depois da última homenagem, marcada para as 21h. Priscyla era veterinária, especializada em odontologia equina.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!