in

Filhas são entubadas sem saber que mãe morreu por complicações da Covid-19; família desabafa: ‘só resta rezar’

Mãe e filhas foram internadas em unidade hospitalar de SC em um curto intervalo de tempo.

G1

A família Hostert, residente em Gaspar, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, vive um verdadeiro drama por conta da Covid-19. Em um curto intervalo de tempo, a matriarca Elisabeth Hostert, de 86 anos, e as filhas Margarete Lana, de 53 anos, e Maria Hostert, de 49 anos, foram diagnosticadas com o coronavírus. Entubadas na UTI do Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, as filhas não tomaram conhecimento que a mãe não resistiu às complicações da doença.

Publicidade

A morte da idosa se deu na última quarta-feira (3). Margarete e Maria seguem entubadas na unidade hospitalar lutando pela vida. 

Em desabafo feito ao portal G1, o filho de Elisabeth e irmão das duas pacientes que seguem internadas, fez um desabafo comovente, e alertou sob a necessidade dos cuidados contra o coronavírus. 

Publicidade

“Não pensem que não pode acontecer na sua casa, porque pode sim. Tenham cuidado, porque o vírus mata”, alertou Bernardo Hostert.

Publicidade

A reportagem também ouviu um dos filhos de Maria Hostert, Guilherme Lana, que contou que todos os familiares estão em corrente de oração para a recuperação de sua mãe e da tia. 

Publicidade

“Estamos com muita fé e rezando bastante para que ocorra tudo certo com elas. O que nos resta é rezar e ter muita fé nesta hora”, disse Guilherme. 

Sem tempo

A vacinação de Elisabeth estava prevista para ocorrer no dia 27 de fevereiro, mas como a internação foi um dia antes, não houve tempo para ela ser vacinada. 

A proximidade entre mãe e filhas era muito grande. Segundo a Prefeitura de Gaspar, o intervalo de internação das três pacientes foi de poucos dias. A primeira a dar entrada na unidade hospitalar foi Margarete, no dia 22 de fevereiro. Dois dias depois, Maria foi internada, e no dia 26, a idosa Elisebeth foi internada.

Publicidade
Publicidade
Publicidade