in

Tragédia: sete estudantes morrem após estrutura em universidade se romper; cenário é desolador

Três vítimas morreram ainda no local e outras quatro faleceram no hospital.

G1

Ao menos sete estudantes morreram nesta terça-feira (02), após caírem do quarto andar da Universidade Pública de El Alto, na Bolívia. Vídeos que circulam nas redes sociais, mostram que após uma grande aglomeração formada no corredor do local de ensino, uma das grades de proteção se rompe. A altura até o solo é de 15 metros.

Publicidade

Os jovens estavam na faculdade participando de uma assembleia extraordinária, quando foi iniciado um empurra empurra, até que a grade de sustentação não suportou.

Segundo o comandante da polícia, Jhonny Aguilera, sete estudantes morreram, sendo quatro homens e três mulheres. As idades das vítimas variam entre 19 e 27 anos. Ao todo, onze pessoas caíram do quarto andar após o rompimento da grade, mas uma delas conseguiu se jogar no terceiro andar do prédio. 

Publicidade

Investigação

De acordo com Aguilera, o primeiro passo é investigar quais as causas motivaram a realização da reunião na universidade, uma vez que encontros do tipo estão veementemente proibidos por conta da pandemia do coronavírus. 

Publicidade

O comandante ainda destacou que as autoridades irão utilizar os vídeos disponibilizados pela universidade para investigar o caso. Em uma das imagens que a polícia já tem sob seu domínio, duas mulheres são flagradas brigando, uma delas caiu e morreu após a confusão. A outra moça será convocada para depor nas próximas horas. 

Publicidade

Em pronunciamento, o presidente da Bolívia, Luis Arce, lamentou a tragédia, e prestou solidariedade aos familiares das vítimas. 

“Expresso minhas mais sinceras condolências ao povo de El Alto e às famílias enlutadas. Esperamos que os fatos sejam esclarecidos em breve”, disse o governante. 

Publicidade