in

Mãe de grávida que morreu por Covid-19 faz desabafo comovente e alerta: ‘Jovens acham que não vão morrer’

Vitória estava grávida de quatro meses e acabou não resistindo após contrair o coronavírus.

G1

Na última semana, o caso de morte da jovem Vitória Alves de Moraes, causou forte comoção na cidade de Sorocaba. Grávida de quatro meses, a mulher de 23 anos morreu após complicações oriundas da Covid-19. Em entrevista ao G1, a mãe dela, Silmara Aparecida Margarido de Moraes, de 52 anos, fez um forte desabafo e apelo pedindo mais conscientização em tempos de pandemia.

Publicidade

Sofrendo de uma quadro de diabetes tipo 1, Vitória morreu no último dia 24 de fevereiro, quase um mês após ter dado entrada na unidade hospitalar em que ficou internada. Segundo Silmara, a jovem de 23 anos não foi testada quando foi para a UTI. 

A mãe aponta que Vitória não contraiu o coronavírus em casa, pois todos vinham cumprindo o isolamento social. A família aponta que a infecção ocorreu quando ela deu entrada na unidade para tratar o caso de diabetes.

Publicidade

Conscientização

Sem ter direito de realizar um velório para a filha e protagonizado o sepultamento à distância, Silmara aproveitou para conscientizar as pessoas sobre os riscos da Covid-19, e fez um alerta aos jovens. 

Publicidade

“Os jovens acham que não vão morrer. Ela tinha 23 anos, era uma menina forte. Sorocaba não está ajudando as pessoas. É só quando a gente perde um ente querido que nós vemos. Ver o que é ter sua filha às 23h30 da noite com o caixão lacrado, sem poder vê-la”, desabafou Silmara.

Publicidade

Aniversário em coma

Internada lutando pela vida, a jovem completou 23 anos de vida no último dia 14 de fevereiro, quando já se encontrava em coma. 

Recentemente separada, Vitória cuidava do seu filho de 4 anos, portador de paralisia cerebral e síndrome de West. A criança agora ficará sob os cuidados da avó. 

“Ela vivia para ele, todas as coisas ela conseguiu para ele. Ela correu muito atrás e sempre batalhou muito por tratamentos. Ela amava muito o filho dela”, conta Silmara.

Publicidade
Publicidade