in

Variante do coronavírus que surgiu em Manaus pode vencer a vacina Coronavac, aponta estudo

Os pesquisadores ficaram preocupados com o resultado, mas novos estudos serão realizados.

Uol

Pesquisadores brasileiros fizeram um estudo recentemente e o resultado sugere que a variante P.1 do coronavírus, que surgiu em Manaus, conseguiria escapar dos anticorpos que são produzidos após uma pessoa receber a vacina Coronavac.

Publicidade

Esse imunizante vem sendo produzido pela Sinovac em parceria com o Instituto Butantan e no Brasil é a principal vacina utilizada contra a Covid-19. O estudo ainda é preliminar, uma vez que os dados foram obtidos pelos pesquisadores em uma amostra pequena de voluntários.

A meta agora é realizar esse mesmo estudo com um número bem maior de pessoas, mesmo assim o resultado já vem servindo de alerta e mostra que a nova linhagem poderá comprometer a eficácia das vacinas que veem sendo utilizadas para conter a pandemia.

Publicidade

Essa nova cepa que surgiu em Manaus no final do ano passado, já foi detectada em pelo menos 17 estados brasileiros e continua se espalhando. Cientistas da USP e Unicamp estiveram à frente desse estudo e o resultado divulgado nesta segunda-feira, dia 1º de março, deixa todos preocupados.

Publicidade

Oito voluntários tiveram o plasma recolhidos pelos cientistas, sendo que estas pessoas receberam as duas doses da Coronavac. Os pesquisadores deram início a uma série de testes para ver se os anticorpos conseguiriam barrar o novo coronavírus e também a variante da linhagem B, que é a mais comum em nosso país. O resultado mostrou que o nível de anticorpos necessários para combater o vírus estava abaixo do necessário.

Publicidade

Para os cientistas, pode ser que um reforço da vacina, preparada para combater as variantes que surgiram, acabe sendo necessário.

Os pesquisadores ainda fizeram uma revelação preocupante: “Esses dados sugerem que a linhagem P.1 é capaz de escapar das respostas de anticorpos neutralizantes gerados por infecção prévia por SARS-CoV-2 e, portanto, a reinfecção pode ser plausível com variantes com mutações na proteína spike“.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br