in

Governo Bolsonaro irá entregar 140 milhões de doses de vacina entre março e maio, diz Lira

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, afirmou que o assunto foi comentado em uma reunião com Bolsonaro no domingo, 28.

Sérgio Lima/Poder360

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta segunda-feira, 1º, que o Governo Federal deve entregar 140 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 até maio de 2021.

Publicidade

De acordo com Lira, o assunto foi conversado durante uma reunião no último domingo, 28, que contou com a presença de Jair Bolsonaro (sem partido) e ainda do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). Além deles, também esteve presente os ministros Eduardo Pazuello, da Saúde, Braga Netto, da Casa Civil, e Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo.

Ainda de acordo com uma previsão apresentada no encontro, é estimado que cerca de 50 milhões de brasileiros sejam vacinados contra a covid-19 até junho deste ano. E não é só isso, também estimasse todos cidadãos acima de 60 anos ou que pertencem aos grupos mais vulneráveis da doença sejam imunizados até o final de maio.

Publicidade

Mesmo revelando a quantidade, Lira optou por não dar detalhes sobre de onde viram as doses. Além disso, o deputado também não revelou quais seriam as vacinas oferecidas aos brasileiros. Atualmente, o país vem vacinando os cidadãos com doses da CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica Sinovac, na China, em parceria com o Instituto Butantan, e com a AstraZeneca/Oxford.

Publicidade

Vale lembrar que, no Brasil, os cidadãos que mais morreram vítimas da Covid-19 tinham acima de 60 anos. Diante disso, está claro que após a imunização destes o número de mortes diárias e a lotação nos hospitais devem diminuir.

Publicidade

Além de falar sobre a campanha de vacinação, Lira também disse que o auxilio emergencial voltará a ser pago até junho de 2021, em parcelas mensais de R$ 250.

Publicidade
Publicidade
Publicidade