in

Zoológico empresta equipamentos para hospital atender pacientes com Covid-19 no Paraná

Bombas de infusão foram emprestadas e já estão sendo utilizadas por hospital de Cascavel.

Reprodução G1

A situação de hospitais em muitas partes do Brasil é terrível. A Covid-19 avançou em todo o país e o número de mortes já ultrapassou a marca de 250 mil. O Brasil é o segundo país com o maior número de mortes em decorrência da doença causada pelo coronavírus em todo o planeta.

Publicidade

Em Cascavel, no oeste do Paraná, o Hospital de Retaguarda recebeu ajuda de um zoológico da cidade. De acordo com a direção da instituição, nove bombas de infusão que eram utilizadas no zoológico foram emprestados.

A região onde está a cidade de Cascavel registra taxa de ocupação de 98% dos leitos da unidade de terapia intensiva (UTI) para adultos. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e incluem apenas os leitos do Sistema Único de Saúde (SUS).

Publicidade

O diretor-geral do Hospital de Retaguarda deu entrevista e falou sobre o empréstimo dos equipamentos. Lísias Tomé afirmou que as bombas podem ser usadas em humanos. Segundo ele, a indústria deu prazo de 15 dias para entregar as bombas que eles pediram. Sem poder pegar de outros hospitais, Lísias Tomé recorreu ao zoológico.

Publicidade

As bombas de infusão são usadas no momento de aplicação de remédios nos pacientes. Segundo Tomé agora os profissionais estudam se é possível utilizar os ventiladores do zoológico em seres humanos. A situação no Paraná é de calamidade.

Publicidade

As quatro regiões do estado registram mais de 90% de ocupação das UTIs. Na região oeste é de 98%. Na região leste está em 97%. No noroeste melhora um pouco e está em 94%. A melhor situação, mas muito longe de ser algo bom, é a da região norte: 93%.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!