in

Desaparecida há 9 dias, idosa encontrada presa em grota agradece a Deus porque acidente não teve perigo

Geralda Malaquias, de 76 anos, foi encontrada nove dias após ter sido dada como desaparecida e contou ter sobrevivido com água da chuva.

Reprodução/Globo

Geralda Malaquias, de 76 anos, foi encontrada presa em uma grota. A idosa estava desaparecida há nove dias em uma mata em Curvelo, Minas Gerais, e foi localizada no dia 22 de fevereiro. Após ser resgatada, Geralda foi leva até uma unidade hospitalar, onde passou por exames que constataram que a idosa não sofreu nenhuma fratura o trauma físico durante o acidente. As informações foram divulgadas em primeira mão pela Globo.

Publicidade

Enquanto esteve desaparecida, Dona Geralda foi procurada por familiares e amigos que buscaram informações em casas de conhecidos da idosa, hospitais e necrotério. Diante da falta de resposta, uma vizinha, Rosana da Silva Sabino, teve a ideia de reunir alguns moradores para procurar a idosa na mata.

Rosana conta que o grupo de moradores andaram cerca de 10 minutos pelo local e, de repente, Geralda respondeu quando eles gritaram por ela. As informações foram ditas pela vizinha durante uma entrevista concedida ao Fantástico, da Globo.

Publicidade

Dona Geralda foi encontrada em uma grota de três metros e estava usando um cipó para que não afundasse totalmente.

Publicidade

Segundo relato da idosa, enquanto permaneceu presa no local ela sobreviveu apenas bebendo água da chuva. Além disso, Geralda, que é diabética, também teve que ficar sem suas doses diárias de insulina. Enquanto era atendida no hospital, Dona Geralda agradeceu: “graças a Deus, [o acidente] não teve perigo, não”.

Publicidade

A médica responsável pelo atendimento de Dona Geralda, Karina Rocha, afirmou que a idosa está se saindo muito bem e todos estão satisfeitos com a sua recuperação.

Publicidade
Publicidade