in

Em meio à falta de leitos de UTIs, Bolsonaro diz que ‘a saúde no Brasil sempre teve os seus problemas’

Em meio ao aumento no número de infectados com a Covid-19, Bolsonaro vem fazendo duras críticas as medidas adotadas por alguns estados.

Alan Santos / PR / CP

Novamente, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) criticou as medidas de restrição que estão sendo anunciadas por governadores em diversos estados brasileiros com o objetivo de diminuir a propagação da Covid-19. Segundo Bolsonaro, a Saúde no Brasil ‘sempre teve seus problemas’.

Publicidade

No Twitter, anexando uma foto com o título de uma matéria sobre a falta de leitos de UTI, divulgada pelo G1 em 2015, Bolsonaro disse que a saúde no país sempre teve os seus problemas, inclusive, a falta de leitos de UTIs, problema que, segundo o presidente, era um dos piores. Além disso, Bolsonaro ainda voltou a afirmar que o fechamento do comércio em meio à pandemia trará o “desemprego em massa” entre outras “consequências desastrosas” ao Brasil.

Antes de compartilhar a matéria do G1, Bolsonaro já havia usado o Twitter para postar um outro conteúdo sobre o assunto, desta vez, um vídeo feito da empresária onde ela critica a decisão do governo do Distrito Federal, que adotou o lockdown. Segundo ela, o “lockdown mata!”.

Publicidade

Ao repostar o vídeo, o chefe do executivo destacou que “o povo quer trabalhar” e citou Brasília/DF.

Publicidade

No vídeo, que se trata de um depoimento da empresária destinado ao governador Ibaneis Rocha, a mulher condena em seu nome e também em nome de seus funcionários, o fechamento do comércio no DF. Ela diz que sua empresa viveu um ano difícil e agora, quando ela diz que as coisas estão novamente alavancando, o governador fecha tudo. Em seguida, ela ainda faz um apelo para que Ibaneis não faça isso e ressalta: “precisamos trabalhar”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade