in

Brasil registra mais de 1,5 mil mortes por Covid e Bolsonaro causa polêmica com nova declaração

Em live de quinta-feira, Bolsonaro falou sobre restrições impostas pelos governadores na pandemia.

Flickr Alan Santos

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde na noite desta quinta-feira (25) mostraram que o Brasil registrou 1.541 novas mortes em decorrência da Covid-19 no período de 24 horas. Com os óbitos, o número total de vítimas fatais da doença causada pelo coronavírus chegou a 251.498.

Publicidade

No mesmo dia, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) levou ao ar mais uma de suas lives de quinta-feira. O presidente abordou diversos. Bolsonaro disse que teria o maior prazer em pagar um salário para todo mundo, mas explicou que isso não é possível.

Se essa política demorar muito, as consequências danosas vêm para a economia como um tudo. E o que nós queremos: a volta da normalidade“, disse o presidente. Em seguida, Bolsonaro falou sobre o programa que socorreu microempresas na pandemia e também sobre o MEI Caminhoneiro, que deve sair em breve.

Publicidade

Muitos internautas comentaram o post de Bolsonaro no Twitter. “Como sempre uma ótima live. E está certíssimo na questão do auxílio emergencial. Governadores e prefeitos precisam dar o suporte já que preferem fechar tudo novamente. E sim, as pessoas preferem trabalhar. As coisas tem que voltar à normalidade”, escreveu uma apoiadora do presidente.

Publicidade

Publicidade

Brasil é o segundo país com mais mortes no mundo

O Brasil registra mais de 250 mil mortes em decorrência da Covid-19. No mundo todo, o país é o segundo colocado no ranking de óbitos, atrás apenas dos Estados Unidos. Um dos países mais influentes do planeta já registrou mais de 500 mil mortes causadas pelo vírus que se disseminou através da China no ano passado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!