in

Quem tomou vacina ainda pode transmitir o Covid e protocolo para evitar contágio deve ser mantido

O corpo pode levar quase dois meses para construir seu próprio escudo após o início da vacinação.

Noticias ao Minuto

A pandemia do coronavírus assola a humanidade desde o final do ano de 2019. O vírus surgiu na China e acabou se espalhando pelo mundo inteiro mudando completamente a rotina de como viver em sociedade. Para evitar o contágio da doença, uma das medidas orientadas pela OMS – Organização Mundial de Saúde é o distanciamento social.

Publicidade

Além disso, o uso de máscaras faciais, uso de álcool gel e também medidas de higiene como lavar as mãos com água e sabão sempre que possível. Felizmente, o uso emergencial da vacina contra Covid-19 tem sido a grande esperança de evitar mais mortes por causa do vírus. Muitos países já começaram a imunização e o Brasil também.

A vacinação contra a Covid-19 no país já começou e a primeiramente está sendo imunizado as pessoas do grupo prioritário. O desejo de poder se sentir protegido vem acompanhado de planos para ser executado após a tão desejada agulhada, que é poder tentar voltar a rotina de vida e matar a saudade de festas, viagens e os abraços nas pessoas queridas.

Publicidade

Mas, a situação pode não ser bem assim, pois conforme especialistas no assunto, o corpo pode levar até dois meses para poder construir seu próprio escudo depois da imunização. Vale ressaltar que a pandemia não acabou e o número de pessoas contaminadas só deve começar a reduzir depois que mais indivíduos forem vacinados.

Publicidade

A resposta do organismo pode variar conforme a idade e também outras características individuais. Portanto, os especialistas não conseguem dizer com exatidão quando exatamente a imunidade de cada pessoa se dá. No caso da vacina Coronavac, o sistema imunológico leva cerca de duas semanas depois da aplicação da segunda dose.

Publicidade

Com uma pequena porcentagem da população vacinada, o risco de uma pessoa tomar vacina, ter contato  com o vírus e continuar transmitindo mesmo sem ter ficado doente é alto. Por isso, é importante continuar seguindo os protocolos de segurança para evitar o contágio: distanciamento social, uso de máscara facial, lavar as mãos com água e sabão ou uso de álcool gel.

Publicidade
Publicidade
Publicidade