in

MP pede suspensão de poder de polícia do delegado que colocou arma na boca de motoboy no Rio

Luiz Augusto Braga responde por lesão corporal, constrangimento ilegal e abuso de autoridade.

Reprodução TV Globo

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) acaba de formalizar o pedido e denunciar à Justiça o delegado Luiz Augusto Mattos Braga. Braga foi flagrado pelas câmeras de segurança da rua ameaçando, apontando e colocando a arma na boca de um motoboy em Copacabana, no Rio de Janeiro. Ele vai responder pelos crimes de abuso de autoridade, constrangimento ilegal, cumprimento de obrigação sem amparo legal, além do crime de lesão corporal.

Publicidade

O pedido narra que Braga fez tudo isso com o entregador porque apenas desejava estacionar seu carro em uma vaga onde estava parada a motocicleta dele. O ocorrido aconteceu em novembro do ano passado. Braga transitava com seu automóvel na rua Santa Clara, no bairro carioca de Copacabana, e resolveu estacionar seu carro numa vaga em frente a um restaurante, onde justamente estava estacionada a moto de um entregador.

Completamente abusivo, o delegado fez uso do seu distintivo, e passou a exibir sua arma de fogo e exigiu que os entregadores retirassem do local suas motos. Ainda de acordo com a denúncia, ele mentiu ao dizer que seu carro particular seria uma viatura e que iria mandar rebocar todas as motocicletas que não obedecessem sua determinação.

Publicidade

Um dos entregadores estava no restaurante e, ao voltar com o pedido em mãos, subiu na sua motocicleta. Foi nesse momento que o delegado partiu pra cima do entregador com sua arma em punho e questionou se ele queria receber um tiro e morrer ali mesmo. Extremamente transtornado, Braga ordenou que o motoboy abrisse a boca e impulsionou a arma de fogo resultando em várias lesões na boca do trabalhador.

Publicidade

Além de denunciá-lo à Justiça, O MP também solicitou sustentando na gravidade do ocorrido que o delegado tivesse seu porte de arma recolhido e que seja impedido de exercer a profissão. O caso agora será analisado e julgado pela Justiça.

Publicidade

Publicidade
Publicidade

Escrito por Alessandro Lo-Bianco

Passou pelas redações da BandNews, Editora Abril, Jornal O Dia, Rádio CBN, Jornal O Globo e RecordTV. Autor de 11 livros, é atualmente colunista do programa A Tarde é Sua da Rede TV! Tem nove prêmios de Jornalismo, dois cachorros e é pai de menina.
Instagram: @AlessandroLoBianco