in

Quem ofender Bolsonaro nas redes sociais será processado, diz Ordem dos Advogados Conservadores

Em um comunicado, a Ordem dos Advogados Conservadores do Brasil (OACB) afirmou que irá processar todos que ofenderem Bolsonaro.

Agência Brasil/Marcelo Camargo

A OACB (Ordem dos Advogados Conservadores do Brasil) divulgou um comunicado oficial, no qual ameaça processar todos que fizerem publicações que ofendam o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido). Além disso, o órgão ainda pede que usuários das redes sociais denunciem as publicações que tiverem um teor agressivo contra o chefe do Executivo.

Publicidade

No comunicado, ele pede para que “se você receber ou deparar-se” com qualquer tipo de publicação, incluindo, fotos e vídeos, que ofendam Bolsonaro, à sua família ou ainda os membros do governo, envie o conteúdo para um e-mail do órgão.

E não foi só isso, a OACB ressalta ainda já existir um grupo de advogados que estão prontos para dar início a processos desta natureza. “Vamos processar todos”, afirma o comunicado, ressaltando que a privacidade dos que denunciarem este tipo de conteúdo será preservada.

Publicidade

O comunicado diz que os advogados da casa irão providenciar para que a NOTÍCIA CRIME seja devidamente encaminhada aos canais competentes. Por fim, a OACB resume que desta forma “vamos derrotar o mal”.

Publicidade

Vale ressaltar que injúria contra o presidente da República caracteriza crime no Brasil, no entanto, dificilmente leva a prisão do quem comete o ato.

Publicidade

Em 2019, uma corrente tomou conta das redes sociais pedindo a prisão de um brasileiro que usou uma camisa que ofendia Bolsonaro. Na ocasião, o cidadão usou a peça com os dizeres: “F*da-se Bolsonaro e, se você gosta dele, f*da-se você também”.

Após a repercussão do caso, uma corrente pediu para que os usuários das redes sociais ajudassem a identificar o brasileiro, para que assim ele fosse interrogado sobre o crime que cometeu contra Bolsonaro, previsto na Lei 7.770/83.

Publicidade
Publicidade
Publicidade