in

Paciente com Covid-19 é transportado em carroceria de carro e imagens impactam: ‘Uma cena muito triste’

Homem de 41 anos chegou a ficar duas horas aguardando ambulância, e familiares resolveram improvisar.

G1

Imagens gravadas na noite da última segunda-feira (22), em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, mostram um homem diagnosticado com Covid-19 sendo levado na carroceria de um carro. Ao lado dele, está um tubo de oxigênio e a esposa. De acordo com informações repassadas por familiares, o destino do paciente era o Hospital do Oeste (HRO).

Publicidade

O homem identificado como Altair Gonçalves Pereira, de 41 anos, recebeu diagnóstico positivo para o coronavírus há uma semana. Na segunda, um pouco mais cedo, ele se dirigiu para um posto de saúde após apresentar sintomas mais graves, como a falta de recuperação. Na unidade, o médico solicitou que o paciente fosse encaminhado até o HRO.

A família afirma ter esperado cerca de duas horas pelo transporte, e acabou retornando para a casa. A ambulância não apareceu na residência, e uma irmã de Altair foi acionada e transportou ele até o hospital. Segundo a esposa do paciente, Lúcia Vieira, o cilindro que aparece no vídeo foi comprado pela própria família. 

Publicidade

“Ele estava bem fraquinho, com a respiração ruim, não conseguia dirigir. O batimento cardíaco dele estava muito baixo”, disse a esposa do paciente.

Publicidade

O vídeo

Retornando da faculdade acompanhada da irmã, a jovem Amanda Tomasi, de 23 anos, foi responsável por registrar as imagens. Retornando para casa, ela se deparou com a cena atípica e resolveu registrar depois de ficar em estado de choque com a situação. 

Publicidade

“Uma cena muito triste, um homem e uma mulher na caçamba de uma caminhonete, ele com cilindro de oxigênio. Na hora fiquei em estado de choque e fiz a filmagem para mostrar que realmente a cidade está um caos. As pessoas precisam se conscientizar”, desabafou Amanda.

Disposta a conscientizar a população de Chapecó nas redes sociais, Amanda publicou o vídeo. Inicialmente, muitos questionaram sobre a veracidade das imagens, até que a filha de Altair confirmou, nos comentários, que se tratava do seu pai.

Procurada pelo portal G1, a prefeitura de Chapecó afirmou que está investigando o caso para saber o motivo da demora da ambulância.

Publicidade
Publicidade
Publicidade