in

Vacina da Pfizer é 1ª aprovada com registro definitivo pela Anvisa; Bolsonaro é criticado

Governo federal não adquiriu vacinas da Pfizer e utiliza imunizantes CoronaVac e de Oxford.

Divulgação Pfizer / Reprodução Globo

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou um informe à população brasileira, nesta terça-feira (23), em que diz que a vacina da Pfizer contra a Covid-19 recebeu o registro definitivo. Esta é a primeira vacina a receber o registro definitivo da Anvisa.

Publicidade

“Após um período de análise de 17 dias, a Gerência Geral de Medicamentos concedeu o primeiro registro de vacina contra a Covid-19, para uso amplo, nas América”, disse a agência em comunicado à população brasileira. Com a aprovação, a vacina pode ser negociada para a rede privada.

As vacinas CoronaVac, do laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, e a vacina de Oxford em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que estão sendo aplicadas na população brasileira, têm apenas o registro temporário, que pode ser interrompido a qualquer momento.

Publicidade

https://twitter.com/i/events/1364201475266605059

Publicidade

Publicidade

Há nove meses, o governo federal negocia com o laboratório da Pfizer/Biontech. No momento, o imunizante não está disponível no país porque o governo não fechou contrato com a empresa. De acordo com a Pfizer, 70 milhões de doses teriam sido oferecidas ao Brasil para entrega em dezembro, mas o governo recusou a proposta.

Nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está bastante criticado. O Ministério da Saúde, liderado pelo general Eduardo Pazuello, também recebe críticas nas redes sociais pela demora em conduzir as negociações.

No momento, cerca de cinco milhões de brasileiros foram vacinados contra a Covid-19. A maioria recebeu apenas a primeira dose do medicamento. A vacina da Pfizer pode ser aplicada em pessoas de 16 anos ou mais e não somente em grupos prioritários, como acontece com as vacinas aprovadas para uso emergencial.

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!