in

Bolsonaro acaba com imposto federal sobre o gás de cozinha ‘para sempre’

Além de zerar as taxas em tributos federais no gás de cozinha, Jair Bolsonaro também anunciou taxa zero no diesel por dois meses.

Reprodução/Youtube

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sem partido, anunciou através de uma transmissão ao vivo realizada nesta quinta-feira, 18, algumas mudanças na taxação federal do diesel e gás de cozinha, que deverão começar a valer a partir do dia 1º de março.

Publicidade

De acordo com o chefe do Executivo, após uma reunião com o ministro da Economia Paulo Guedes e com toda a equipe econômica, o governo decidiu pelas mudanças nos impostos já a partir do mês que vem. Bolsonaro conta que a partir da data informada “não haverá mais qualquer tributo” no gás de cozinha, ad eternum. O mandatário explica que não haverá mais tributo federal no gás de cozinha, que atualmente custa em média R$ 90 para o consumidor final.

E não é só isso. Bolsonaro explica ainda que além do gás de cozinha, o diesel também terá a anulação total dos tributos federais. No entanto, diferente do gás de cozinha, no caso do combustível, a isenção do tributo acontecerá apenas por dois meses.

Publicidade

O chefe do Executivo ainda fez questão de explicar porque a diminuição no valor do diesel acontecerá apenas por dois meses. Segundo o presidente, durante esse período o governo irá estudar uma maneira definitiva para poder zerar o imposto sobre o combustível isso, segundo ele, para “ajudar a contrabalançar esse aumento”, considerado “excessivo da Petrobras”.

Publicidade

Além disso, Bolsonaro ainda criticou o aumento de 15% no diesel e 10% na gasolina, aumentos que são considerados por ele “fora da curva”. O chefe do Executivo ainda comentou sobre a necessidade de algumas mudanças na estatal, que deverão acontecer em breve, e ressaltou que a estatal tem autonomia para decidir sobre os aumentos no Brasil.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade