in

Especialista ensina técnica infalível para acabar com as birras do seu filho com uma pergunta simples

A birra surge quando as crianças se sentem frustradas e não conseguem encontrar as palavras para expressar essas emoções.

Superinteressante

A birra é um comportamento que costuma surgir nas crianças quando elas se sentem frustradas, tristes ou com raiva e não conseguem expressar as emoções com palavras. Gritos, choro persistente e até agressividade são características comuns das birras da infância. Conforme especialistas no assunto, a birra é necessária para o desenvolvimento dos pequenos.

Publicidade

Contudo, para o bem da saúde mental dos pais e da criança, é importante impor limite, sem perder paciência ou desrespeitar os pequenos. Neste artigo você vai aprender uma técnica que é simples e fácil de aplicar e com isso vai ajudar bastante a melhorar o relacionamento com o seu filhote.

Existe uma pergunta mágica que pode colocar um ponto final na birra. Sally R. Neuberger, que é terapeuta infantil e psicóloga clínica, é a responsável por criar o método. Ela diz que para interromper esse tipo de comportamento basta aprender como desarmar a birra da criança. Quando notar que o seu filho vai ter um acesso de raiva, você deve agachar olhar dentro dos olhos e fazer a seguinte pergunta com calma: “Este é um problema pequeno, um problema médio ou um grande problema?“.

Publicidade

Através desse questionamento os pais vão fazer com que a criança analise a situação. Desta maneira, você vai medir a importância do problema e assim saber como resolver com uma facilidade maior. Como proceder com cada resposta? Veja abaixo e aprenda como aplicar o método.

Publicidade

1 – Se for um problema pequeno

Nessa situação a criança vai entender que é algo fácil de resolver. Se ele tem uma birra porque não gosta da roupa escolhida para usar, os pais podem fazer com que entenda de uma forma amigável que basta escolher outras roupas para não se sentir frustrado, ou seja, a solução é fácil e simples.

Publicidade

2 – Se for um problema médio

Diferente do anterior, nesse caso vai ser necessário maior reflexão e tempo para resolução do conflito. Por exemplo, se ele estragou o seu brinquedo favorito ou quebrou algo por acidente, a profissional recomenda que questione a criança para saber como gostaria de resolver o problema.

3 – Se for um problema grande

Neste caso é importante não minimizar o sofrimento do seu filho procurando demonstrar empatia. Pode não parecer algo sério para os pais, mas para a criança pode afetar profundamente os sentimentos. Portanto, explique que existem algumas situações que não é possível mudar imediatamente e que para conseguir resolver é preciso ter uma atitude boa.

Essa técnica se torna eficiente porque ajuda as crianças a entender as suas emoções. Elas tem oportunidade de refletir sobre alternativas de como resolver os problemas.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.