in

Menino de 11 anos morre após quiosque pegar fogo em praia

Álém do menino, também estavam no quiosque o pai, a mãe, um primo com sua esposa, e uma prima de 8 anos.

Reprodução/Divulgação

Dericki Pietro Henkel da Silva, de 11 anos, morreu após um incêndio no quiosque de sua família na praia de Imbé, no Rio Grande do Sul. O caso, que foi divulgado pelo G1, aconteceu neste sábado, 13, e de acordo com a Brigada Militar, o fogo teve início por volta das 10h.

Publicidade

De acordo com informações passadas pelo delegado Antônio Ractz, responsável pelo caso, a tia do menino afirma que estava fazendo pastel quando a fritadeira acabou explodindo, o que deu início ao incêndio. Além de Dericki, também estavam no quiosque a sua mãe, seu pai, um primo acompanhado da esposa, e ainda uma prima de 8 anos.

O delegado contou que, com a explosão da fritadeir,a todos os presentes no local correram e conseguiram sair pela janela. No entanto, o menino, que estava dormindo, acabou sendo atingido pelo fogo e morreu. Além disso, Ractz contou ainda que foi realizada uma tentativa de tirar Dericki do quiosque em chamas, sem sucesso.

Publicidade

Agora, o delegado diz que vai esperar a conclusão do laudo e ressalta se tratar de um incêndio culposo, “acima de tudo um acidente”. Antônio diz que todas as autoridades locais já estão se mobilizando na intenção de prestar apoio aos familiares do menino.

Publicidade

Em dezembro de 2020, o G1 também noticiou a morte de uma criança de 2 anos após a casa com três meninos e três meninas pegar fogo em Avaré, São Paulo. De acordo com os bombeiros, Wendrick Miguel Benício Silvino já foi encontrado sem vida no local. A causa do fogo é desconhecida. O primeiro socorro veio de uma equipe da Polícia Militar, que estava fazendo patrulhamento de rotina pelo bairro no momento do incêndio.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade