in

Cachorra herda R$ 26 milhões do dono, mas ninguém sabe pra onde vai o dinheiro se ela morrer

Em seu testamento, Bill Dorris, de 84 anos, deixou claro que sua fortuna será transferida a um fundo para cuidados da cachorra Lulu.

Reprodução/Divulgação

Um empresário americano morreu e deixou em seu testamento US$ 5 milhões, cerca de R$ 26 milhões em moeda brasileira, para sua cachorra. Isso mesmo, Bill Dorris, de 84 anos, que morreu no final de 2020, deixou bem claro no seu testamento que a quantia milionária seria transferida para um fundo dedicado exclusivamente para os cuidados de sua cachorra Lulu. Bill não tinha esposa e filhos.

Publicidade

Para a rede de TV regional News Channel 5 de Nashville, no estado do Tennessee, Martha Burton, de 88 anos, amiga do empresário que o ajudava a cuidar da cachorra e agora ficou responsável por administrar o fundo, afirmou não saber o que pensar, mas diz que simplesmente ele amava a cachorra.

Além do fundo para Lulu, Dorris ainda deixou claro em seu testamento que o dinheiro também será usado para reembolsar Burton por todas as despesas que ela tiver devido ao tratamento da cachorra. Mesmo assim, ainda não se sabe o que acontecerá com o resto da fortuna caso Lulu, de 8 anos, venha a falecer.

Publicidade

Um caso semelhante aconteceu no vilarejo de Badiwara, em Chhindwara, na Índia, quando o fazendeiro Om Narayan Verma, de 50 anos, contrariou as expectativas de seus familiares e destinou em seu testamento metade de todas suas propriedades para seu cachorro Jacky.

Publicidade

De acordo com o portal de notícias NDTV, Sr. Verma é extremamente apegado a Jacky, por isso, ele se diz preocupado com o futuro do cão após sua morte. Diante disso, para garantir que o animal seja bem tratado, ele decidiu destinar metade se todos seus bens a Jacky.

Publicidade
Publicidade
Publicidade