in

Paciente de Covid-19 com cilindro de oxigênio é carregada em maca pela rodovia; vídeos impactam

Enfermeira e motorista foram bastante elogiados pela decisão de não deixar quadro clínico da paciente se agravar.

Folha de S. Paulo

Efetuando uma transferência de uma paciente de Covid-19 que utilizava um tubo de oxigênio, uma enfermeira e um motorista de ambulância necessitaram tirar a maca com a mulher infectada e empurrá-la pela rodovia BR-230, a Transamazônica, situada no sudoeste do Pará, que estava congestionada por conta de um bloqueio feito por dois caminhoneiros.

Publicidade

Diante disso, eles acabaram deixando o veículo de atendimento para trás e caminharam cerca de 2 quilômetros pelo acostamento com a maca, uma vez que o estoque de oxigênio disponível era considerado reduzido. 

Caminhoneiros e outros motoristas que ficaram presos no congestionamento, registraram as imagens atípicas, que viralizaram nas redes sociais na última sexta-feira (12).

Publicidade

Ajuda

De acordo com a enfermeira Rebeka Fonseca e o motorista Wadson Diniz, duas pessoas se prontificaram para ajuda. Em um dos vídeos é possível ver a profissional de saúde e a paciente encobertas pela poeira, levantada pelas carretas que conseguiam circular poucos metros na rodovia.  A PM também entendeu a situação, e posteriormente ajudou a organizar o fluxo para que a ambulância pudesse voltar a transitar. 

Publicidade

Diagnosticada com covid-19, a paciente também é diabética. Após o trajeto, ela foi internada em um hospital de referência para tratamento da doença na região. O estado de saúde dela é considerado estável. 

Publicidade

Segundo informações da Secretaria de Saúde de Rurópolis, a paciente seria transferida para a unidade hospitalar de Tapajós, situada em Itaituba, cerca de 150 km do outro hospital onde ela estava. Contudo, diante do bloqueio e de todo o problema encontrado, os planos mudaram. 

No percurso, a paciente chegou a ter uma queda de oxigênio no sangue, mas permaneceu estável, com as carretas abrindo caminho, o motorista voltou até a ambulância pegou as duas mulheres e seguiu viagem para a unidade mais próxima.

Homenagem

Durante a execução do trajeto, a enfermeira e o motorista receberam homenagem pela postura de lutar pela vida da paciente, enquanto estavam empurrando, os dois receberam uma cartinha de uma criança, e aplausos de quem se deparava com a cena.

Publicidade
Publicidade