in

Amigos e familiares protestam e clamam por Justiça após morte de adolescente de 14 anos

Ana Kemilli, de 14 anos, morreu na cidade de Campo Belo do Sul, em Santa Catarina.

Arquivo pessoal Karin Morena / Arquivo pessoal Ana Kemilli

A morte da adolescente Ana Kemilli abalou a cidade de Campo Belo do Sul, em Santa Catarina. Ana tinha 14 anos e desapareceu na segunda-feira (8). A mãe afirmou que ela saiu às 16h para levar uma amiga até a casa dela e não voltou mais. Vizinhos alegam terem ouvido gritos.

Publicidade

A família procurou a polícia e as buscas começaram ainda na segunda. No dia seguinte, o corpo de Ana foi encontrado em uma região de mata da cidade, coberto pela vegetação. O delegado responsável pelo caso afirmou que a olho não deu para ver marcas de violência no corpo, apenas no pulso, por onde passava a corda que usaram para amarrar a adolescente.

Na quarta, um adolescente de 15 anos, vizinho de Ana, confirmou ter participado do crime. Ele estava bastante assustado. O delegado acredita que ele teve ajuda de outras pessoas. Na quinta-feira à noite, familiares e amigos da adolescente fizeram um protesto e clamaram por justiça. 

Publicidade

A manifestação contou com cerca de 400 pessoas, de acordo com Karin Morena, tia de Ana. Os manifestantes acompanharam a chegada do corpo da adolescente, que estava no Instituto Médico Legal (IML) de Lages, cidade vizinha a Campo Belo do Sul. A pé, eles seguiram até a capela onde o corpo foi velado.

Publicidade

Na manhã desta sexta-feira, o corpo de Ana Kemilli foi sepultado. A família está muito abalada com tudo o que aconteceu e com a morte repentina da garota. “Minha sobrinha nunca fez nada a ninguém e mesmo assim mataram ela sem dó nem piedade”, contou Karin, querendo justiça pela morte da sobrinha.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!