in

Crime brutal de menina que foi achada morta amarrada em árvore deixa família desolada: ‘A mãe está sem chão’

Jovem foi localizada dois dias depois de desaparecer no município de Campo Belo do Sul (SC).

G1

O caso de morte da adolescente Ana Kemilli, de 14 anos, deixou os moradores da cidade de Campo Belo do Sul, em Santa Catarina, chocados. Desaparecida desde a última segunda-feira (08), quando foi vista no caminho de casa, a jovem foi localizada cerca de 48 horas depois, morta e amarrada em uma árvore de uma mata na região. A primeira linha de investigação da Polícia Civil trata o caso como feminicídio.

Publicidade

Fazendo varreduras na procura pela jovem, as autoridades localizaram uma sandália da vítima na tarde da quarta-feira (10). Horas depois, moradores acionaram a polícia, informando que o corpo de Ana Kemilli havia sido encontrado em uma área de mata no interior da cidade. 

Exames do Instituto Médico Geral de Perícias vão constatar se a jovem sofreu algum tipo de violência sexual. Até o final da quinta-feira (11), o corpo dela seguia no local. O sepultamento está previsto para acontecer nesta sexta-feira (12).

Publicidade

Um adolescente de 15 anos se entregou na última quinta-feira (11) à polícia, e confessou envolvimento no crime. As autoridades investigam se há outros envolvidos na morte da jovem. 

Publicidade

Sentimento desolador

Em entrevista ao portal G1, a tia da jovem informou que toda a família está abalada com a perda da adolescente. “[A a mãe] está sem chão”, disse a tia. Ana Kemilli estava no 9º ano, e além da mãe, deixa padrasto, pai, madrasta, e dois irmãos – um de 3 meses e outro de 2 anos. 

Publicidade

Também em relato ao G1, a madrinha da vítima, Clarice Siqueira disse que a semana está sendo complicada para todos os familiares, que conviveram com o desaparecimento inicialmente, e depois foram impactados com a notícia do cruel assassinato. 

“Vai ser uma menina sempre muito lembrada. É muito triste. Ela foi tirada de nós muito cedo”, afirmou a madrinha.

Publicidade
Publicidade
Publicidade