in

Adolescente suspeita de ajudar em assassinato da mãe e da irmã teria combinado crime com padrasto e detalhes impactam

Jovem foi detida no mesmo dia em que os dois corpos foram localizados pela polícia.

G1

Os crimes de morte de Cristiane Pedroso dos Santos Arena, de 34 anos, e a filha dela, Karoline Vitória dos Santos Guimarães, de 9 anos, causou uma forte comoção nacional. Brutalmente assassinadas no final do ano passado, elas foram enterradas no quintal da própria residência onde moravam. Os corpos das vítimas só foram encontrados no dia 2 de fevereiro.

Publicidade

O acusado do crime bárbaro, Fabrício Buim Arena Belinato, de 36 anos, foi preso na última quarta-feira (10), em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, quando trabalhava em uma empresa de obras. Além dele, uma adolescente de 16 anos, filha de Cristiane, foi apreendida sob suspeita de participar do assassinato da mãe e da irmã.

Investigações apontam que foi tudo combinado

De acordo com o delegado da Polícia Civil, responsável pelo caso de investigação, a jovem, que está detida na Fundação Casa, combinou com o padrasto todo o crime por estar apaixonado por ele. “Ela [a adolescente] tinha problemas com a mãe. Ela não gostava da mãe, conforme relatou. Aí ficou apaixonada pelo cara [padrasto] e combinaram de matar a mãe”, afirmou o delegado Cláudio Anunciato Filho.

Publicidade

No dia em que os corpos das duas vítimas foram encontrados sob um contrapiso no quintal da residência onde moravam, a jovem de 16 anos foi apreendida. Segundo relato de vizinhos, Cristiane foi vista cavando um buraco no quintal da casa, local que seria a sua própria cova. 

Publicidade

Detido pelas autoridades na capital sul-mato-grossense, o acusado foi transferido para Marília. Em relato à polícia, ele disse que matou a esposa primeiro, em uma briga, em legítima defesa, golpeando com uma faca. A criança de 9 anos teria sido assassinada quase um mês depois, como “queima de arquivo“. Ambas as vítimas foram sepultadas em covas feitas no quintal da casa.

Publicidade
Publicidade