in

Tragédia: professora e esposo morrem em grave acidente em SP e familiares ficam desolados; cena comove

Caminhoneiro colidiu contra outra carreta e atingiu em cheio veículo do casal na Ayrton Senna.

Enfoque MS

Um grave acidente ocorrido na noite da última segunda-feira (08), na Rodovia Ayrton Senna, em Itaquaquecetuba (SP), acabou vitimando um casal residente em São José dos Campos (SP).

Publicidade

Segundo informações repassadas pela Polícia Rodoviária Estadual, o acidente se deu por volta das 21h15, quando um motorista de caminhão que seguia sentido Rio de Janeiro, colidiu contra a traseira de outra carreta, perdeu o controle do veículo e atingiu o carro que vinha o casal ao invadir o sentido contrário da rodovia. 

As vítimas

Até o fechamento desta matéria, a identificação das vítimas não haviam sido reveladas. O que foi divulgado é que a mulher de 36 anos trabalhava como professora de Educação Física do Ensino Fundamental 2 do Colégio Cassiano Ricardo. O marido, por sua vez, tinha 39 anos e era sócio de uma empresa de engenharia. 

Publicidade

Devido ao forte impacto contra o caminhão, as duas vítimas morreram no local do acidente. Eles deixam uma filha de 11 anos e um filho de 6 anos. 

Publicidade

O condutor do caminhão, de 40 anos, teve ferimentos leves e foi levado por equipe do Corpo de Bombeiros para o Hospital Luzia de Pinho Melo, situado em Mogi das Cruzes. Um motociclista que trafegava na rodovia no momento do acidente também foi atendido com ferimentos moderados. Ele acabou caindo após não conseguir desviar dos restos do acidente.

Publicidade

Interdição

Responsável pela administração do trecho da rodovia onde o acidente ocorreu, a Ecopistas informou que a pista da esquerda, no sentido São Paulo, foi interditada por quase uma hora para o atendimento às vítimas e remoção dos veículos. 

O caso segue sob investigação da Polícia Civil de Itaquaquecetuba, que foi registrado como homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.

Comoção

Em uma nota divulgada, o Colégio Cassiano Ricardo lamentou a morte da professora, que prestava serviços na unidade de ensino há 13 anos, e de seu marido. A direção anunciou luto de três dias para os alunos do 6º ao 9º ano.

Publicidade
Publicidade
Publicidade