in

Corpo de menino que morreu de leucemia à espera de transplante é sepultado sob forte comoção: ‘Me doi a alma’

Menino perdeu irmão gêmeo para mesma doença há quase três anos; família organizava campanha para doação de medula óssea.

G1

A morte do pequeno Fernando Souza, ocorrida no último sábado (06), causou forte comoção nacional, e deixou familiares desolados. Residente no interior de São Paulo, o menino vinha lutando contra uma leucemia e aguardava um transplante de medula óssea para sobreviver. Contudo, ele acabou não resistindo e morrendo pela mesma doença que vitimou o seu irmão gêmeo em 2018, quando ele tinha apenas dois anos de vida. 

Publicidade

A notícia do falecimento de Fernando foi dada nas redes sociais, e posteriormente confirmada por familiares. Pais do menino, Edson Souza e Kátia Souza, iniciaram uma intensa campanha para encontrar um doador de medula óssea compatível com o filho. Apesar da ampla repercussão e mobilização, a morte do menino ocorreu. 

Durante o período de internação de Fernando no município de Jaú, diversas pessoas integraram uma campanha massiva para encontrar um doador compatível, mas não deu tempo de salvar Fernando, que em 2018 foi diagnosticado com a doença junto com o irmão gêmeo, mas conseguiu superar o problema. Recentemente, a leucemia retornou ainda mais agressiva no menino. 

Publicidade

Desabafo e comoção

Em publicação nas redes sociais, alguns familiares do pequeno Fernando lamentaram o falecimento precoce do garoto.

Publicidade

“Não conseguimos meu anjo. Fizemos o que pode para salvar você. Que Deus te receba nos seus braços. Me dói a alma saber que você se foi, mais um anjinho no céu. Vamos amar vocês para sempre. Matheus e Fernando”, disse Zenir de Souza, tia da vítima.

Publicidade

Fernando foi sepultado sob forte comoção na manhã deste domingo (07), no cemitério Recanto da Paz, em Araçatuba, cidade onde a família dele reside. 

Publicidade
Publicidade