in

Professora morre com Covid-19 após passar mais de um mês internada em UTI; família está desolada: ‘Que dor’

Docente acabou não resistindo às complicações da doença e morreu na última quinta-feira (4).

VG Notícias

A pandemia do coronavírus segue assolando a população nacional em larga escala. Residente em Várzea Grande (MT) a professora Anizia Maria Brito Fortaleza, de 62 anos, foi mais uma vítima fatal da doença nesta semana. Internada há 35 dias em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular em Cuiabá, ela acabou não resistindo às complicações da infecção, e morreu na última quinta-feira (4). 

Publicidade

Docente há muito tempo, ela trabalhava na Escola Municipal Eunice Cesar de Mello, situada em Várzea Grande, desde 2018. Ela deixou o esposo, dois filhos e cinco netos. 

Comoção

Nas redes sociais, familiares, amigos, ex-alunos e órgãos da educação lamentaram o falecimento de Anizia, e prestaram diversas homenagens à professora. 

Publicidade

“Que dor Senhor. Mas quero lembrar dela assim, como neste vídeo, com este sorrisão no rosto, alegre, animada. Foram 35 dias de sofrimento”, desabafou um familiar da professora no Facebook.

Publicidade

“Ela nos deixou um exemplo de mãe zelosa, de vó maravilhosa, de companheira dedicada ao ‘benzinho’ dela, de professora apaixonada e muito amada pelos seus alunos”, disse Cássia Adriana, ex-nora de Anízia, em suas redes sociais.

Publicidade

Números da Covid-19 no MT

De acordo com o último balanço divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), o Mato Grosso acumula pouco mais de 224 mil casos confirmados da Covid-19, tendo acumulado 5.263 mortes em decorrência do coronavírus. 

Do quantitativo geral de casos, 8.418 estão em isolamento domiciliar, enquanto quase 210 já se recuperaram da doença. 

O estado possui 294 internações em leitos de UTIs públicas e outros 294 pacientes alocados em enfermarias públicas. A taxa de ocupação em UTIs aparece com quase 80%. No ranking nacional, o Mato Grosso aparece como o 15º estado mais afetado pela pandemia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade