in

Idosa de 96 anos toma a vacina contra a Covid-19: ‘posso até morrer, mas não para essa doença’

A idosa recebeu a primeira dose da vacina na última sexta-feira e garante a eficácia do imunizante.

Foto: Arquivo pessoal

O estado de São Paulo antecipou o calendário de vacinação da população com faixa etária a partir de 90 anos e começou a vacinar na última sexta-feira, 5 de fevereiro. Inicialmente, a vacinação só iria começar a acontecer na segunda-feira, 8 de fevereiro. Mas as pessoas ficaram animadas com essa antecipação e correram para os postos de unidade básica de saúde.

Publicidade

Esse foi o caso da dona Isola Cypriano Balan, uma idosa de 96 anos que soube pela filha que os postos já estavam vacinando e correu para conseguir a vacina. De acordo com dona Isola, a vacinação foi bem rápida, ela garantiu que o furo dói bastante, por ser feito no braço, mas que a dor não é insuportável. 

A idosa estava radiante por finalmente ter recebido a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A segunda dose deve ser aplicada na idosa no próximo dia 26 de fevereiro. A prefeitura de São Paulo já abasteceu as unidades de distribuição da vacina para a população e garante que existe estoque para que todas as pessoas do cronograma sejam vacinadas.

Publicidade

Ela aconselha todos a se vacinarem

Dona Isola, com quase 100 anos, garante que acredita na eficácia da vacina. Ela disse que em todos os seus anos de vida nunca tinha enfrentado uma crise sanitária tão grande quanto a que o coronavírus promoveu. A aposentada garantiu que estava com muito medo dessa doença, mas, felizmente não chegou a pegar a Covid-19 e já recebeu a primeira dose do imunizante.

Publicidade

A idosa também disse ficar muito triste com pessoas que ficam colocando medo na população a respeito da vacina, pois essa vacina salvará o mundo. Depois de se imunizar, ela garantiu: Eu posso até morrer, mas não dessa doença”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tatiane Braz

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.