in

Escola particular de SP vive surto de Covid-19 após volta às aulas; 47 já foram infectados

Unidade de ensino suspendeu as aulas até o dia 18 de fevereiro; quando fará uma nova análise.

Reprodução - EPTV

A volta às aulas tem sido um grande dilema em alguns estados brasileiros. Com o país vivenciando um cenário ainda alarmante na luta contra a pandemia, muitas regiões do país devem iniciar o ensino de forma remota ou híbrida (presencial e on-line). Em Campinas, uma escola particular tem registrado um surto de Covid-19 após iniciar o ano letivo de 2021.

Publicidade

Bastante conhecido no município paulista, o Instituto Educacional Jaime Kratz computa 47 infectados pelo coronavírus desde o retorno às aulas, ocorrido no último dia 25 de janeiro. Diante do quadro alarmante, a direção da unidade escolar suspendeu na última segunda-feira (01), todas as atividades presenciais até o dia 18 de fevereiro.

No último balanço divulgado, a escola informou que das 47 pessoas infectadas, 39 são funcionários e outros oito são estudantes. 

Publicidade

Professora internada

Entre os infectados pelo coronavírus está uma professora que precisou ser internada na última terça-feira (02), após um agravamento dos sintomas. De acordo com a diretoria do Instituto, o estado de saúde da docente é estável. 

Publicidade

Para não afetar os alunos no ano letivo de ensino, a escola manterá o ensino remoto para todos os alunos.

Publicidade

A unidade tinha retomado às aulas no dia 25 de janeiro, adotando um regime de rodízio, com 35% do quantitativo de alunos frequentando presencialmente a escola. A escola particular conta com cerca de 1,3 mil alunos matriculados. 

Cenário nacional

No âmbito público, 15 estados já anunciaram a volta às aulas, pelo menos de forma remota, para o mês de fevereiro. Alguns, inclusive, já tiveram o calendário de ensino sendo iniciado nesta semana.

Publicidade
Publicidade
Publicidade