in

Investigadores vasculham a China atrás de provas e descartam criação do coronavírus em laboratório

Uma força-tarefa da OMS esteve em Wuhan atrás de provas relativas ao início da pandemia provocada pelo coronavírus.

AFP/I.M. Odgaard/Ritzau Scanpix

Desde que a pandemia provocada pelo coronavírus eclodiu em todo o planeta, Wuhan (China) foi apontada como o epicentro inicial da contaminação. Informações distorcidas, fomentadas por líderes políticos como o ex-presidente Donald Trump, insinuavam que o agente infeccioso havia sido criado de maneira proposital em um laboratório com pretensões obscuras do governo chinês.

Publicidade

Nos últimos dias, investigadores que representam a Organização Mundial da Saúde (OMS) estiveram na China, mais precisamente na região de Wuhan, e fizeram um rigoroso trabalho com o objetivo de identificar a origem exata do novo agente infeccioso da família dos coronavírus, causador da Covid-19.

Embora os trabalhos ainda não estejam finalizados, os investigadores obtiveram informações suficientes para afirmar que é “pouco provável” que o vírus tenha sido disseminado a partir do Instituto de Virologia de Wuhan, conforme vinham especulando as teorias da conspiração.

Publicidade

De acordo com Peter Ben Embarek, o líder do grupo, com 10 cientistas enviados pela OMS para investigar como começou a pandemia, a teoria daria um “excelente roteiro para filmes e séries” e não possui embasamento racional, conforme as provas colhidas até o momento.

Publicidade

Os especialistas afirmam que tiveram conversas “muito francas” com os pesquisadores chineses. “Foi um passo importante para entender de onde vêm estas histórias. E conseguimos, de forma racional, explicar porque algumas delas são totalmente irracionais, porque algumas podem fazer sentido e porque algumas podem ser explicadas ou não”, pontuou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Henrique Furtado

Henrique Furtado é um redator com vasta experiência no jornalismo online. Solidificou sua carreira com coberturas marcantes sobre os principais acontecimentos no Brasil e no mundo ao longo da última década. Suas especialidades englobam desde os bastidores da política, versando por esportes, atualidades e, claro, tudo o que acontece no mundo dos famosos. Está sempre ligado para entregar, em primeira mão, as últimas novidades para os seus leitores, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.

Contato: henriquefurtado.jornalista@gmail.com