in

Corpo de menina que morreu após ser baleada é sepultado sob comoção; mãe chora: ‘Acabaram com minha vida’

Caso aconteceu na manhã desta terça-feira (02), em comunidade situada em Niterói (RJ).

G1

O caso de morte da pequena Ana Clara Machado, de 5 anos, comoveu todo o país. A criança perdeu a vida enquanto brincava com o irmão mais novo de frente à sua residência, sendo alvejada por um disparo de arma de fogo. Sob forte comoção e revolta, ela foi sepultada na tarde desta quarta-feira (3), no Cemitério São Francisco Xavier, em Niterói (RJ). 

Publicidade

Com pedidos por Justiça e diversos cartazes, familiares e amigos se despediram da criança. Bastante abalada, a mãe de Ana Clara, Cristiane Gomes da Silva desabafou em tom comovente. “Vocês acabaram com a minha vida”, disse ela.

Revoltada com a morte da filha, Cristiane acusa um policial envolvido na operação de ter assassinado a pequena criança, e ainda ter se negado a socorrer a criança. “Ele estava com medo de sujar a farda com o sangue dela. Eles mataram minha filha, ela morreu no meu colo, do lado do assassino. Eu quero saber se ele vai conseguir deitar, encostar a cabeça no travesseiro e dormir com isso”, afirmou ela, emocionada. 

Publicidade

Prisão preventiva

Identificado como Bruno Delaroli, o cabo da PM suspeito de ter sido o autor do disparo que matou Ana Clara permanece preso. O agente militar teve a sua prisão em flagrante convertida para preventiva na noite desta quarta-feira (03), após decisão da Justiça. 

Publicidade

O policial foi submetido a uma audiência de custódia, onde a sua defesa apresentou um pedido de soltura, que acabou sendo negado. O advogado de Delaroli alegou que o cliente efetuou o disparo revidando uma ação injusta, fazendo menção ao fato de que os PMs envolvidos no patrulhamento foram surpreendidos com disparos de um grupo de criminosos.

Publicidade

O caso segue sob investigação das autoridades. Os policiais envolvidos no caso tiveram as armas recolhidas para a realização de perícias balísticas. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade