in

Família inteira morre após mãe descobrir que estava com Covid-19 e não contar para ninguém

A mulher havia falado para a família que se tratava apenas de uma gripe forte.

Diario Vanguardia

Os casos de Covid-19, doença altamente contagiosa provocada pelo novo coronavírus, continuam aumentando de forma acelerada em vários países. A enfermidade acometeu mais de 100 milhões de indivíduos em todo o mundo, além de causar a morte de mais de dois milhões.

Publicidade

Entre as mortes por Covid-19 que mais geraram repercussão nos últimos dias estão as de uma família venezuelana inteira, que faleceu depois que a mãe escondeu que estava com a doença e infectou várias pessoas.

A mulher, chamada Verónica García, que morava na cidade de Táchira, havia tido sintomas da Covid-19 e realizou o exame, testando positivo. Apesar de saber que estava doente, preferiu esconder de toda a sua família. 

Publicidade

O marido da venezuelana, José Antonio, de 33 anos, foi para uma festa, onde havia cerca de 20 convidados, sem saber que a esposa estava doente. No local do evento, ele esteve com contato com diversas pessoas.

Publicidade

Foi então que Verónica ligou para o marido pedindo que ele voltasse para casa e revelou que estava doente. A mulher chegou a fazer um tratamento com um médico particular e ficou isolada em casa, mas sem contar a ninguém da família.

Publicidade

José Antonio levou os filhos para serem testados, mas deram negativo para a Covid-19. Porém, a mãe das crianças piorou e precisou ser levada às pressas para uma unidade de saúde local. Pouco tempo depois, o pai submeteu os filhos mais uma vez ao exame, e desta vez testaram positivo para o coronavírus.

José Antonio descobriu que havia sito infectado também e, após ter piora em seu quadro de saúde, também foi internado em um hospital para tratamento. A mulher do venezuelano faleceu dois dias depois que ele foi diagnosticado com Covid-19.

Após poucos dias, a saúde de José ficou ainda mais debilitada e ele também faleceu. Os filhos gêmeos de José e Verónica, Jhoneider Stiven e Jhoneiker Enmanuel, ambos de 4 anos, também pioraram e foram encaminhados para um hospital, e morreram, assim como os pais.

Enquanto os parentes velaram a família, a filha mais velha, Nicol, de 17 anos de idade, sentiu-se mal e foi para um hospital. Ela faleceu poucos dias depois de Covid-19.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.