in

4 pessoas da mesma família morrem de Covid após encontro no Natal: ‘Não sabemos quem passou para quem’

Pais, filho e mais dois membros da família perderam a vida após uma breve visita que aconteceu no Natal.

Noticias ao Minuto

A pandemia do coronavírus mudou completamente a maneira de se viver em sociedade. Infelizmente, por causa da doença que está assolando a humanidade desde o final do ano de 2019, quando surgiu na China, o mundo precisou se adaptar a uma nova forma de viver. Para evitar a proliferação desenfreada do vírus uma das orientações da OMS – Organização Mundial de Saúde é manter o distanciamento social.

Publicidade

Além disso, também é importante manter o cuidado com a higienização das mãos usando álcool gel ou lavando com água e sabão e também o uso de máscara facial. Mesmo com todas essas orientações das autoridades de saúde, milhares de pessoas já perderam a vida em virtude da Covid-19.

Aos poucos, muitas histórias vão se desenhando e gerando comoção nas redes sociais. Esse é o caso de uma família britânica que teve quatro membros que morreram por causa da Covid-19. Eles tiveram o teste positivo para o vírus após terem ficado algumas horas juntas no Natal. Os parentes estavam sem se ver desde o mês de março e aproveitaram o relaxamento das medidas que aconteceu no período das festas de fim de ano para poder matar a saudade, porém a decisão acabou sendo fatal.

Publicidade

Tracy Latham disse durante uma entrevista concedida a um programa local que a sua vida está arruinada. Ela estava se preparando para poder se casar no mês de julho, mas ficou sem o companheiro, Darren que tinha 48 anos de idade acabou contraindo Covid-119 quando foi visitar os pais e ficado apenas por duas horas.

Publicidade

Na semana seguinte à visita, os pais de Darren e mais um membro da família testaram positivo para o novo coronavírus. Infelizmente, todos acabaram morrendo por causa da Covid-19. “Não sabemos quem passou para quem”, afirma Tracy, explicando como tudo se sucedeu: “O Darren foi a casa [dos pais] para dizer ‘Olá’ durante duas horas, uma vez que não se viam há muito tempo. Foi uma visita rápida pelas 21 horas”.

Publicidade

O noivo de Tracy morreu no começo do ano, no dia 4 de janeiro, entrando para a triste estatística de mortes da pandemia do coronavírus.

Publicidade
Publicidade
Publicidade