in

‘Vão patrulhar o raio que o parta’, diz Joice Hasselmann após ser flagrada na festa de Arthur Lira

Internautas chamaram a deputada Hasselmann de ‘hipócrita’ por comparecer na comemoração de um candidato apoiado por Bolsonaro.

Reprodução/Divulgação

Após a repercussão de um vídeo onde a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) aparece na festa de comemoração pela vitória de Arthur Lira, apoiado pelo presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), ao cargo de presidente da Câmara dos Deputados, ela começou a ser duramente criticada nas redes sociais.

Publicidade

Em seu perfil no Twitter, Hasselmann diz que está ocorrendo “um chilique generalizados” criado por bolsonaristas e extremistas lacradores de internet que, segundo ela, não entendem “PATAVINA” e não estão “NEM AÍ” para o país porque ela marcou presença no encontro dos parlamentares após a eleição de Lira à presidência da Casa.

Com a divulgação do vídeo, muitos usuários das redes sociais chegaram a chamar Hasselmann de “hipócrita” e até “cara de pau”, isso porque a deputada esteve presente na comemoração de um candidato apoiado pelo chefe do Executivo, a quem ela rompeu aliança desde 2019 e vem constantemente criticando desde então.

Publicidade

Publicidade

Mesmo sem laços com Bolsonaro, Joice continua mantendo uma boa relação com membros do PSL e do PP, partido de Arthur Lira, o que pode justificar a sua presença na comemoração da madrugada de segunda-feira, 1. A festa aconteceu em uma casa localizada no Lago Sul, região nobre de Brasília.

Publicidade

Hasselmann afirmou que sempre manteve um bom relacionamento com a bancada do PP, onde, segundo ela, existem “mulheres incríveis” que participam com ela de um grupo que discute sobre assuntos politico todas as semanas. Além disso, a deputada ainda ressaltou a “relação respeitosa” que mantém com o agora presidente da Câmara, Arthur Lira, construída, segundo a parlamentar, na ocasião em que ela atuou como líder de governo.

A deputada ainda aproveitou o momento para voltar a fazer críticas aos bolsonaristas, os chamando de “vendidos’ para o centrão, bloco comandado por Lira. “Vão patrulhar o raio que o parta”, completou Joice Hasselmann.

Publicidade
Publicidade
Publicidade