in

Homem que acompanhava adolescente de 16 anos em motel está na mira da polícia; ela morreu

L.I.Z sofreu hemorragia no motel para onde foi com Lucas e morreu na UPA de Pinhais.

Arquivo pessoal L.I.Z / Reprodução Rede Massa

A Polícia Civil do Paraná segue investigando a morte de uma adolescente de 16 anos na cidade de Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba. No dia 20 de janeiro, L.I.Z foi a um motel com Lucas Nascimento de Carvalho, de 29 anos, após dizer a mãe que iria ao shopping com o rapaz comer batata.

Publicidade

No motel, a adolescente teve hemorragia e sangrou bastante pelo ouvido, boca e nariz. Levada por Lucas à unidade de pronto atendimento (UPA), ela não resistiu e morreu. O caso gerou revolta entre os familiares, que querem saber o que aconteceu no quarto do motel.

Lucas deu entrevista a programas de TV e afirmou amar L.I.Z. O homem chegou a revelar que os dois tinham plano de se casar, o que a família da adolescente dúvida. Segundo os parentes dela, eles começaram a conversar no dia 11 de janeiro, nove dias antes da tragédia.

Publicidade

Homem chegou a ser preso, mas foi liberado

Após a morte da adolescente, Lucas foi detido pela polícia e passou algumas horas atrás das grades. Ele foi liberado por falta de provas de que tivesse cometido algum crime. O homem de 29 anos segue na mira da polícia. A delegacia de Pinhais investiga o caso.

Publicidade

O delegado responsável por conduzir as investigações aguarda laudos do Instituto Médico-Legal (IML) para tomar uma atitude em relação a Lucas e finalizar o inquérito. Se os exames apontarem que a causa da morte de L.I.Z foi natural, Lucas não será indiciado. Caso os exames apontem outra coisa, o homem poderá indiciado pela Polícia Civil. A família da jovem desconfia dele e clama por justiça.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!