in

Greve dos Caminhoneiros 2021: protestos começam mesmo com apelo de Bolsonaro e áudio de ministro

Alguns caminhoneiros pararam na rodovia Castello Branco, que liga a capital São Paulo ao oeste do estado.

Flickr Alan Santos / RadioRural-Ilustrativa

A greve dos caminhoneiros estava marcada para começar nesta segunda-feira (1º). Nos últimos dias muito se falou sobre a paralisação da categoria. Em 2018, quando os caminhoneiros pararam, a situação no Brasil ficou complicada. Muita gente tem na memória os efeitos daquela greve.

Publicidade

Naquele momento, o Brasil era presidido por Michel Temer (MDB). Atualmente, a nação está sob o comando de Jair Bolsonaro (sem partido). Bolsonaro goza de grande prestígio entre os caminhoneiros. Este grupo o apoiou nas eleições de 2018.

Na sexta-feira (29), uma liderança dos caminhoneiros afirmou à revista Veja que não haveria greve porque Bolsonaro é respaldado pela categoria. O presidente fez apelo para que não houvesse greve e acenou os caminhoneiros incluindo a categoria no grupo prioritário para a vacina contra a Covid-19.

Publicidade

Além disso, Bolsonaro prometeu desonerar o preço do Diesel. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Guedes, gravou um áudio explosivo dizendo que não dialogaria com grevistas. O ministro também pediu aos caminhoneiros que desmamassem do governo Bolsonaro.

Publicidade

Apesar de tudo isso, a greve foi iniciada nesta segunda. Duas pistas da Rodovia Castello Branco, em São Paulo, foram interditadas. A manifestação ainda é tímida e não deve crescer, além disso. O governo deve estar monitorando tudo o que acontece para saber se precisará tomar alguma ação mais enérgica a fim de conter o avanço da paralisação.

Publicidade

O Brasil depende muito dos caminhoneiros para fazer o escoamento de produção do interior do país para o Porto de Santos e para as grandes cidades. Sem os motoristas de caminhão, o país fica imóvel. Por este motivo, a greve de 2018 afetou tanta gente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!